Skip navigation

McDonald’s faz rollout de logomarca verde: a saga do reposicionamento de marca continua

Saiu um press release do McDonalds anunciando a troca de logomarca. Sai o vermelho já famoso e entra o “verde ecológico”. Na verdade, esta mudança não é nova, é apenas um rollout de mudanças profundas que começaram em 2007. Por partes:

O press release (já editado e comentado pelo Estado de SP): “A rede de lanchonetes americana McDonald’s está se tornando verde – trocando o tradicional vermelho de seu logotipo por um verde escuro – para buscar uma imagem mais “ambientalmente amigável” na Europa. Cerca de 100 lanchonetes da rede na Alemanha vão fazer essa mudança até o final do ano, de acordo com a companhia. Algumas franquias na França e na Grã-Bretanha também já começaram a usar a nova cor no logotipo. “Essa não é uma iniciativa alemã, mas de toda a Europa”, disse Martin Nowicki, porta-voz da rede na Alemanha.

A rede, sediada em Oak Brook, no Estado de Illinois, nos EUA, conta com mais de 32 mil lanchonetes em 118 países, e vem sendo há um bom tempo alvo de ativistas ambientais, acusada de “inimiga” do meio ambiente. Por causa disso, a companhia vem tentando adotar práticas mais “verdes”, o que inclui a conversão do óleo usado nos restaurantes em biodiesel.

“Com essa nova aparência, nós queremos deixar clara nossa responsabilidade na preservação dos recursos naturais. No futuro, colocaremos um foco ainda maior nisso”, disse, em comunicado, Hoger Beek, vice-presidente do conselho de administração da companhia na Alemanha.

Mas os ativistas ambientais não ficaram muito convencidos com a mudança de cor no logotipo. Clare Oxborrow, do grupo Friends of the Earth (Amigos da Terra), disse que a empresa continua usando carne de animais criados em florestas devastadas. A empresa disse, porém, que toma cuidados para que isso não aconteça.””

Na França, desde o meio de 2008, além das lojas, o McDonald’s já assinava sua propaganda de TV com verde. Olhe abaixo:

Apesar da logomarca ser bonita eu não gosto da estratégia. Como já escrevi antes sobre o McDonald’s (aqui e aqui) estas mudanças todas estão desfigurando o que significa McDonald’s na cabeça do consumidor. McDonald’s é fast food, é hambúrguer, é vermelho.

Este novo posicionamento pode funcionar? Pode, tudo pode. Mas SE FUNCIONAR, vai custar muito mais do que deve. Certamente não vai se pagar, além de no final gerar uma marca mais fraca do que a atual.

Este gigantesco investimento seria melhor gasto criando outra marca mais verde do zero.

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: